O Teorema Katherine - Resenha

                                                            Foto tirada do Google


Olá!

Bom, a resenha dessa semana é sobre um livro que todos possuem uma opinião diferente. Um livro que provoca no leitor apenas sentimentos extremos, quem lê e gosta AMA o livro extremamente, já que não gosta, não chega nem a terminar ou simplesmente odeia. Outra polêmica é: o livro é realmente baseado na tentativa de criar um Teorema, é tanto que o apêndice do livro é a explicação do calculo que o livro gira em torno. Mas a minha opinião? Eu amei. Amei o livro, amei a história e amei a criatividade de John Green E para constar, sou totalmente das humanas, e odeio matemática.

Colin Sigleton é um menino nada comum, sempre foi uma criança prodígio, começou a ler cedo, aprendeu várias linguas e era sempre o primeiro da sala. Outra coisa estranhíssima em Colin é o seu gosto para namoradas, como a sinopse diz "não é físico, mas linguístico" Colin Singleton em sua vida toda namorou 19 garotas e todas elas chamavam-se Katherine. E escritas apenas desse jeito, nem Catherine é aceitável. Ele também possui uma mania inexplicável por desenvolver anagramas. Outro ponto sobre Colin é que toda a sua vida ele buscou seu momento Eureka, sua própria teoria, seu próprio momento, sua própria descorbeta e contribuição para o mundo. Contudo ele está num momento de crise em que toda criança prodígio passa, ele cresceu, deixou de ser criança e tornou-se comum. 

E logo após seu início de sua crise, sua última Katherine termina com ele. 
(Quando você pensar que sua vida está ruim lembre-se de Colin Singleton)

Então seu melhor amigo Hassan, um indiano engraçadíssimo, decide ajuda-lo a superar tudo isso com uma viagem, então eles embarcam numa viagem de carro com o objetivo de visitar o máximo de cidades possíveis dos Estados Unidos, contudo eles não conseguem completa-la quando chegam em uma cidade rural chamada Gutshot e lá Colin e Hassan faz amizade com uma menina chamada Lindsey. Com o passar dos tempos eles se aproximam e então decidem passar um tempo na cidade e logo Colin decide começar a criar um teorema que possa dizer sobre qualquer relacionamente que ele começar como quem terminará o relaionamento, quanto tempo durará, até onde haverá amor. 

Nesse meio tempo Colin vai aprendendo lições que nunca aprenderia na escola, mas lições para vida. Colin se aproxima de Lindsey, mesmo não se chamando Katherine um romance começa a surgir e há um detalhe o único e ex-namorado da Lindsey também se chama o Katherine.

Eu sou apaixonada pela escrita de John Green. O Teorema Katherine é um dos meus preferidos, ele tem notas de rodapé com comentário do Tio João Verde que eu ri muito! É um livro descontraído, engraçado, realista e muito bem escrito. Sua narração é em terceira pessoa e de vez em quando há interlúdios onde é contado os relacionamentos de Colin com as Katherines. Posso dizer que teminei o livro feliz e super satisfeita com a compra. Recomendo para todos.

Até a próxima, 
Dâmaris.

8 comentários:

  1. Nunca li nada do autor. Sei que está na moda etc.. Quem sabe um dia.
    Bom que tenha gostado da leitura, que não tenha ficado com aquela sensação de tempo perdido, mal empregado.
    Achei - pelo que li de sua resenha - que o autor foi bastante ambicioso na trama, especialmente quanto à construção de um teorema!
    Abraços,
    Kleiton!
    http://poesias-ilustradas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Teorema Katherine é um dos melhores livros para se começar a ler John Green. E a criação do teorema só me deu mais impressão de realidade no livro!

      Excluir
  2. Tenho muita vontade de ler este livro :3 , nunca li nada do autor, mas esse tá me chamando! kk
    muito boa sua resenha, agora estou com mais vontade de ler :3
    http://literafeto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! Espero que se você ler o livro, também goste.

      Excluir
  3. Oi, tudo bem?
    Gosto do tipo de escrita do John Green, mas só li dois livros (ACÉDE e Quem é você, Alasca?), ele faz o leitor refletir e passa algumas mensagens importantes!
    Nunca me interessei por ler esse livro, mas agora que você disse que amou, fiquei curiosa haha!
    Beijos... Samantha Culceag.
    Só pra Menores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato Samantha! É isso que mais me encanta em John Green ele sempre consegue pôr naturalmente uma filosofia de vida em seus livros e isso é maravilhoso.

      Excluir
  4. Não gosto muito do John, mas esse foi um dos melhores, gostei mais desse do que de ACEDE, e pra mim só perde para Quem é Você, Alasca?, acho super legal essa ideia dos teoremas e tudo mais, e como você disse,e u também sou totalmente de humanas, e mesmo assim, adorei. Beijos

    Desfocando Ideias

    ResponderExcluir
  5. Hey, Dâmaris!
    Passando aqui pra conhecer o blog. Já estou te seguindo!

    Adoro John Green!
    Ainda não li esse livro dele, mas lerei em breve. Já tenho aqui. :)

    Beijo grande!

    www.oblogdasan.com

    ResponderExcluir